Catchulo balls – Parte 2

Padrão

 

Chico Tripa não era lá muito sortudo, mas tinha seus momentos o fato dele ter encontrado uma das Catchulo balls só demonstrava o quanto ele era azarado, estava prestes a iniciar o fim do mundo e nem sabia, a única coisa que precisava era da segunda, e mal sabia  que essa estava muito próxima, enquanto ele se divertia com sua linda “pedra” que pesava mais de 1kg e que só pra carrega-la  ele precisava da ajuda da mãe, um grupo de Emus se unia em sua legião do mal, “Emus” era a mais nova denominação para os atuais seguidores de Catchulo, todos eles seguiam a lenda e buscavam incansavelmente as Catchulo balls.

Os Emus eram criaturas raras, não dava pra saber se era homem ou mulher ou se gostava de sertanejo ou rosa, diferente dos Emos que nesse caso já eram bem mais decididos, os Emus eram como Emos, só que completamente indecisos, pensavam até se urinavam sentados ou em pé, existiam alguns deles na escola de Chico, o líder deles era Pu, tinha um jeito meio de viado, mas quando era pra dar ordens se fingia de homem, o outro era Nhe, esse sim era o mais indeciso de todos os outros, Ta era a última, burra como uma porta, mas era a mais bonita, aquela que era dona do coração de Chico.

Um dos meios usados pelos Emus para buscar as Catchulo balls, era o livro da Xanoessência, para usa-lo era necessário molha-lo com 80 litros de urina, por isso os Emus realizavam esse ritual somente uma vez por ano, afinal alguns demoravam muito tempo pra juntar tanto, a Xanoessência era muito ineficaz na localização, mas era a mais simples, não indicava o lugar exato da Catchulo ball, principalmente porque era muito difícil de se encontrar uma pedra oval.

Naquela mesma noite da briga seria realizado o ritual da Xanoessência, todos se reuniram na casa de Pu, os 80 litros foram todos do pobre Nhe que teve de juntar tudo sozinho, Ta se juntou a seus amigos bem na hora do ritual, era muito simples o livro, que era impresso da internet, era afogado no mijo depois queimado em fogo, as cinzas eram jogadas encima de um mapa e se moviam de acordo com a localização da Catchulo ball, era de costume se usar um mapa do mundo todo para localizar as Catchulo balls, mas naquele dia Pu tinha recebido uma informação importante.

– Os mano lá dos EUA, ligaro pra mim hoje, e dissero que uma das Catchulo balls já tão no esquema.

– Que??? – perguntou Ta

– Eles acharam uma lerda –‘

– Uma o que???

– Um dos meus ovos que eu tinha perdido, aquele que eu tava procurando ontem na minha cueca suja

– E como e que ele foi parar nos Estados Unidos

– HAAAAAAAAAAAAA, CARAMBA! Sua anta, ele tá falando das Catchulo balls – gritou Nhe, já puto da vida.

– Então quer dizer que realmente existe???

– Pareci que sim os mano acharo numa fazenda, eles disseram que pesa cerca de 1kg e fede a pinto sujo so que umas dez vezes mais fedorento.

– Parece com o seu em Pu! …. 😀 – falou Nhe

– han??? – Perguntou Ta

– Nada, nada, ele ta de brinks hehe – disse Pu muito nervoso

– Então dessa vez vamu fazer o seguinte, nois bota um mapa da nossa cidade, depois do nosso país, pra saber se ta por aqui, o que eu acho muito difícil.

Então começaram o ritual e ai veio a surpresa …

:O – ficaram abismados Pu, Nhe e Ta

– Ela, ela …. – falou Pu muito assustado

Enquanto os outros olhavam boquiabertos para o mapa que indicava bem ali em São Paulo, onde viviam, e num lugar muito próximo deles. Agora o que restava era encontra-la e uni-la com a outra para o retorno de Catchulo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s